Buscar

Receptor Antagonista de IL-1 (IL-1ra): Um diferencial dos componentes medulares!!! - PARTE II


Cassano e colaboradores (2018) compararam amostras de sangue periférico, plasma rico em plaquetas (PRP), medula óssea aspirada concentrada (BMAC) e aspirado de medula óssea (BMA) em relação a sua composição proteica (citocinas) e células. Dentre todas as diferenças encontradas, a principal foi relativa à IL-1 ra. Todas as amostras apresentavam o receptor de antagonista de IL-1 em níveis possíveis de serem dosados. Quando comparados os diferentes produtos o concentrado medular (BMAC) apresentava valores significativamente elevados do IL-1 ra em relação ao BMA, PRP e sangue total. Os valores encontrados no concentrado de medula têm em torno de 4-5 vezes o valor encontrado no sangue periférico. Os autores concluíram os produtos derivados da medula óssea apresentam concentrações clinicamente relevantes de IL-1 ra, além de diferenças nos componentes celulares e moleculares na composição dos diferentes produtos. O BMAC representa uma potente terapia anti-inflamatória e analgésica que pode trazer importantes benefícios para os pacientes em tratamento. Além do mais, é importante verificar as diferenças encontradas entre os produtos, para levar em consideração no momento da decisão clínica pela escolha terapêutica.



Referências:

Cassano JM, Kennedy JG, Ross KA, Fraser EJ, Goodale MB, Fortier LA. Bone marrow

concentrate and platelet-rich plasma differ in cell distribution and interleukin 1 receptor

antagonist protein concentration. Knee Surg Sports Traumatol Arthrosc. 2018 Jan;26(1):333-342.