Buscar

PREBIÓTICOS NA SAÚDE DO MICROBIOMA INTESTINAL - PARTE II


Um exemplo comum de prebióticos são os flavanóis derivados do cacau. De acordo com estudos in vitro e in vivo, essas substâncias fornecem efeitos estimulantes sobre as bactérias do ácido lático. Quanto aos grupos de carboidratos, os tipos mais comuns incluem galacto-oligossacarídeos, frutanos e outros oligossacarídeos derivados de alimentos ricos em amido, pectina e glicose. Em geral, esses compostos estimulam efetivamente as bactérias “boas” e aumentam a produção de susbtâncias intestinais que moldam o microbioma. De maneira progressiva, essas alterações fornecem efeitos secundários que são benéficos ao hospedeiro.


De maneira mais específica, tais nutrientes podem induzir a síntese de ácidos graxos

de cadeia curta. Estes afetam positivamente a proliferação e diferenciação de células,

produção de hormônios e modulação inflamatória, sendo grandes aliados à saúde

geral. Consulte seu médico ou nutricionista para melhorar a sua saúde intestinal.





Referência:

Tzounis, X., Rodriguez-Mateos, A., Vulevic, J., Gibson, G. R., Kwik-Uribe, C., & Spencer,

J. P. E. (2011). Prebiotic evaluation of cocoa-derived flavanols in healthy humans by

using a randomized, controlled, double-blind, crossover intervention study. American

Journal of Clinical Nutrition. https://doi.org/10.3945/ajcn.110.000075