Buscar

Por que Podemos Apresentar Deficiências Nutricionais??? - PARTE II

  • O desequilíbrio significativo de ácidos graxos essenciais favorece uma tendência de inflamação persistente de baixo grau como consequência da distorção dos hábitos modernos.

  • O processamento, armazenamento e aquecimento / resfriamento de alimentos podem causar uma perda de 40% de vitamina A, 100% de vitamina C, 80% de vitaminas do complexo B e 55% de vitamina E.

  • Cortar ou esmagar alimentos durante o preparo das refeições inicia reações de oxidação enzimática que destroem nutrientes importantes. A perda média de minerais e outros nutrientes dos vegetais pode atingir mais de 30%.

Todos esses fatores nos levam a entender que existe uma possibilidade considerável de necessidade de reposição nutricional injetável em pacientes com doenças crônicas ou degenerativas. Nesta particular situação, o tratamento ortomolecular deve garantir uma recuperação rápida e eficaz do deficiente /componentes nutricionais insuficientes. Existem outros contextos como o do paciente agudo. Nesse caso, algumas das circunstâncias nutricionais podem ser semelhantes, mas os regimes de suplementação intravenosa geralmente são usados por curtos períodos. Depois que a causa do problema agudo for detectada e corrigida, pode-se esperar que qualquer deficiência nutricional resultante não se prolongue após um período de suplementação limitado no tempo.




Referências:

Saxena A, Bawa A.S., Raju P.S. Phytochemical changes in fresh-cut jackfruit (Artocarpus

heterophyllus L.) bulbs during modified atmosphere storage. Food Chemistry. 115(4), 2009, p:1443-1449.