Buscar

MEDULA ÓSSEA, VOCÊ SABE A IMPORTÂNCIA? - PARTE II


A medula óssea amarela atua principalmente como um depósito de gordura que ajuda a sustentar e manter o ambiente propício para função óssea sendo localizada nas cavidades centrais de ossos longos.


Em indivíduos adultos, a maior concentração de medula óssea vermelha está nos ossos das vértebras, quadris (ílio), esterno, costelas e crânio, assim como em ossos longos do

braço (úmero) e perna (fêmur e tíbia). Os outros ossos do esqueleto do adulto possuem medula amarela e, em condições normais, são incapazes de produzir células sanguíneas.


Células-tronco da medula óssea

As células sanguíneas têm uma vida útil limitada (por exemplo, as hemácias possuem

uma vida média de 120 dias). Por isso, é importantíssimo que o corpo esteja

constantemente substituindo-as, processo esse denominado como hematopoiese.


Como mencionado anteriormente, a capacidade da medula óssea de produzir novas

células sanguíneas está diretamente ligada à presença de células-tronco em sua

constituição.


As células-tronco da medula vermelha são conhecidas como hematopoiéticas e dão

origem a dois tipos principais de células sanguíneas: linhagens mielóide e linfóide.

Juntas, estas linhagens dão origem a todas as células presentes no sangue, como os

monócitos, macrófagos, neutrófilos, basófilos, eosinófilos, hemácias, plaquetas,

linfócitos T e B e células natural killer (NK).




Referências:

Shoieb, S. A., Hafez, M. A. A., Abd El-Hamid, A. E., & Ezz, W. H. (2019). A review of

bone marrow niche cellular spectrum. Journal of Internal Medicine.