Buscar

Entendo a sarcopenia - PARTE VII

Terapias futuras


O número de intervenções eficazes para o tratamento da sarcopenia ainda é restrito se

resumindo aos exercícios , dieta e nutracêuticos que em algumas ocasiões se mostram

pouco eficientes. Assim novas abordagens estão sendo propostas com intuito de reduzir

a inflamação, promover reparação do tecido muscular , restaurar força e ainda

melhorara a função mitocondrial.

Com isso a medicina regenerativa e a terapia com células tronco se tornam abordagens

atraentes devido a possível capacidade de reparar tecidos danificados no corpo. No

entanto muitas questões éticas e de biossegurança são discutidas quando se indica uma

terapia celular para quaisquer que seja a patologia.



Células Tronco Mesenquimais ( MSC)


As MSCs são células com potencial para um possível desenvolvimento terapêutico

devido a alta abundância no corpo e da fácil expansão e cultura in vitro, sendo um dos

seus grandes efeitos a modulação imunológica que incluem a produção de citocinas

anti-inflamatórias como IL-10, IL-13 além de fatores de crescimento e de moléculas

sinalizadoras que criam um ambiente favorável para as células tronco endógenas

promovendo uma auto renovação e o reparo tecidual.

Porém o uso terapêutico ainda necessita passar pelo crivo ético e de biossegurança para

que essa modalidade ganhe força e possa ser utilizada para melhoria da qualidade

muscular e consequentemente para o controle e cura da sarcopenia.



Referências:

Jessica Hiu-tung Lo, Kin Pong U, Tszlam Yiu, Michael Tim-yun Ong, Wayne Yuk-wai Lee,

Sarcopenia: Current treatments and new regenerative therapeutic approaches,

Journal of Orthopaedic Translation, Volume 23, 2020, Pages 38-52.