Buscar

Canabinoides e dor - PARTE I

Na verdade, o uso da cannabis para o alívio da dor data de muitos e muitos

anos atrás. Há 2700 anos atrás, a cannabis já era terapeuticamente utilizada

inclusive para o alívio da dor, quando o imperador chinês Shen Nung

considerado o “pai da medicina chinesa”, descobriu as propriedades

terapêuticas da planta.

Hoje sabemos que sua proibição histórica foi permeada por interesses

econômicos e preconceito racial. Após anos de estudo a cannabis entra em

pauta novamente com inúmeros trabalhos científicos demonstrando sua

capacidade de reduzir a dor e melhorar a qualidade de vida de inúmeros

pacientes que sofrem de dor crônica.


Esses estudos contribuíram para que em 2020 a ONU retirasse a cannabis da

lista de drogas perigosas e reconhecesse sua utilização para fins terapêuticos.

A cannabis é uma planta que contêm mais de 120 fitocanabinoides sendo que

os mais estudados e utilizados terapeuticamente são o cannabidiol (CBD) e o

9-THC.


A cannabis e os produtos à base de cannabis exercem seus efeitos ao atuar no

sistema endocanabinoide do nosso corpo. Esse sistema é composto pelos

receptores canabinoides, pelos endocanabinoides e pelas enzimas

responsáveis pela síntese e degradação dos endocanabinoides.




Referências:

Poudel S, Quinonez J, Choudhari J, Au ZT, Paesani S, Thiess AK, Ruxmohan

S, Hosameddin M, Ferrer GF, Michel J.Cureus. Medical Cannabis, Headaches,

and Migraines: A Review of the Current Literature. 2021 Aug 24;13(8):e17407.

doi: 10.7759/cureus.17407.



Dr. José Fábio Lana, MD

Orthopedic Interventional Pain Management


IOC - Instituto do Osso e da Cartilagem/ The Bone and Cartilage Institute

ORTHOREGEN INTERNATIONAL COURSE


Indaiatuba - São Paulo +55 19 3017 4366

Uberaba - Minas Gerais +55 34 3331 7777